Comerciante Feliz
Como aumentar a eficiência do seu Delivery com um sistema de automação?
12 de março de 2019
Mostrar tudo

Economia e Coronavírus: O que fazer em meu comércio?

Estes dias estão bem turbulentos na economia do nosso Brasil! Índice Bovespa caindo, cada dia mais casos confirmados do novo coronavírus e algumas medidas de contenção sendo tomadas. Com isso, surge a dúvida: “Economia e Coronavírus: O que fazer em meu comércio?”

Após conversas com vários dos nossos clientes, tenho percebido uma certa mudança de comportamento das pessoas nestes últimos dias, tais como: redução do fluxo em praças de alimentação e shoppings, maior volume de compra de itens básicos em supermercados. Ou seja, a economia está se abalando com o avanço do coronavírus.

Uma das melhores medidas dos países que enfrentam esta fase foi a restrição de acesso. Por outro lado, o comércio foi um do mais afetados com a queda da movimentação.

Economia e Coronavírus: mas o que fazer em meu comércio diante disso?

Dessa maneira, nós da QI juntamente com nosso principal parceiro a KCMS, que tem como propósito reinventar o futuro dos negócios, iremos manter este compromisso.

Pensando nisso, elaboramos algumas dicas e informações para lhe ajudar a superar este momento, com baixo impacto e retomar fortalecido. Confira!

Segurança

Primeiramente, mostre a seus clientes que seu comércio está tomando todas as precauções necessárias, como:

Limpar a cada uso com álcool etílico 70º:

  • As máquinas de cartão e pinpad;
  • Checkout, esteira e qualquer local onde se encosta ou debruça;
  • A alça e braços das cadeiras;
  • Mesas e objetos que ficam sobre elas;
  • Balcões e balanças.

Serviço de entrega

Provavelmente, existe a possibilidade de ocorrer a redução do movimento no local, implemente ou aprimore o serviço de entrega, como:

  • Facilite a forma de realizar os pedidos como: WhatsApp, e-mail, site ou plataformas de delivery como: iFoodRappiUber Eats e James;
  • Ofereça a possibilidade de fazer o pedido e passar para retirar no estabelecimento;
  • Caso a demanda aumentar e não tiver veículos para isso, uma boa opção é a locação de veículos utilitários;
  • Determine um raio para realizar a entrega para buscar mais eficiência.

Mostre-se através do marketing

Ainda informe a seus clientes e potenciais clientes:

  • As medidas que estão sendo tomadas, mostrando seu compromisso e comprometimento para o bem estar deles;
  • Sobre seu serviço de entrega ou retirada;
  • Aproveite para divulgar promoções de itens com estão com baixo giro e estoque alto.

Evite a ruptura

Evitar a ruptura do estoque também é muito importante:

  • Muita atenção com possíveis mudanças no prazo de entrega;
  • Avalie a demanda dos produtos constantemente;
  • Tenha sempre opções de substituição de produtos similares;
  • Cuidado com o aumento de preços, evite a elevação sem forte motivo, pois as pessoas estão mais sensíveis a percepção do estabelecimento estar se aproveitando do momento, trazendo uma imagem negativa.

Gestão

Certamente, a gestão é um dos principais pontos que permite o negócio crescer de forma sólida e consistente. Por isso, acompanhe alguns dos principais indicadores como:

  • Faturamento mensal e diário: compare com o mês e ano anterior;
  • Ticket médio: verifique se seus clientes estão aumentando ou reduzindo as compras;
  • Número de tickets: analise como está o fluxo de pessoas na loja;
  • Margem: calcule se o percentual aplicado está dentro do mercado e se é suficiente para ter resultado.

Dessa forma, podemos dizer que através do no hall da KCMS de mais de 22 anos atuando na área de desenvolvimento de software, temos centenas de casos de sucesso e o ponto comum entre todos eles é uma boa gestão.

Contudo, muitas empresas já possuem algum sistema, mas muito pouco utilizado.

Fazer a gestão de um negócio sem um sistema é praticamente impossível, mas com essa forte parceria da QI e KCMS há criação de soluções para que você economize tempo e tenha informação sobre o seu comércio na palma da mão.

No entanto, sabemos que fatos como esses que afetam a nossa economia não são os primeiros e nem serão os últimos.

Portanto, quer saber como podemos ajudar mais seu negócio? Fale com um especialista! E aí, você tem alguma dica aí para compartilhar? Comente aqui embaixo.

FONTE: www.kcms.com.br 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *